Pizza de chocolate, morangos e… Muito sorvete de creme

Bom, o que tem a ver a p* da foto de uma alface com o título do post? A resposta é: Nada! O blog é meu e posto a foto até da minha vó sentada no banheiro. Passado o acesso de estupidez inicial, explico: Fui hoje no supermercado comprar os ingredientes para o almoço dominical e eis que me deparo com tão formosa e verdejante verdura. Me apaixonei pelo verde da alface e a comprei. Quem foi que disse que paixão não se compra? Espero acertar a mão no almoço pela manhã.

Fui dar uma volta com os e as colegas da faculdade hoje. Era pra ser com todos mas só foi uma colega com seu filhote. Justamente a mais interessante, mais interessante desde o dia que pus os olhos nela. Nunca imaginei que a figura que me chamou a atenção no primeiro dia de aula iria estar compartilhando comigo um jantar, alguns desabafos e sua companhia. Acabei me interessando pela sua história e simpatizei profundamente com ela.

Ela é…. igual a mim! Tirando o fato que é deslumbrante e fica bem de saias, se quiser usar. Igual em termos. Tem um problema cardíaco, transtorno bipolar e vive a ilusão de que seu relacionamento um dia vai dar certo. Nasceu no mesmo hospital que eu, soube hoje. Ela é apaixonada por um idiota. Eu não tenho coragem nem direito de tecer esse comentário para ela, como amigo devo apoiá-la mas… Não há outro sentimento que não seja de achar o cara um imbecil. Ela precisa de carinho, gentileza, abraço, atenção e ouvidos. O cara não quer os problemas dela, quer a parte boa. Eu também quero… que ele se dane. Pô o cara livre, faca e queijo na mão e tudo que precisa fazer e que em se tratando dela é até bem fácil de fazer, é dizer que a ama e que quer viver com ela até que um dos dois encha o saco um do outro.

É barbada! A mulher é maravilhosa, uma simpatia, agradábilíssima, inteligente e apaixonada por ele. Não posso ser só eu que acho isso. Nossa mãe. como tem gente otária no planeta. Algumas pessoas tornam o óbvio uma temeridade, esse babacão é uma delas.

Enquanto o cara não dá um jeito na vida eu acabo me acostumando com a companhia agradável dela. Esse ano havia planejado ver in loco as corridas da Bélgica e da Itália. Mereço. Pois não rolou, um pouco pelas malditas férias que não consigo tirar, e muito em função de eu trocar a viagem por uma pizza com sorvete com boa companhia. Corrida tem todo o ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s